Câmara de Praia Grande aprova proibição do uso de cerol em linhas de pipa

Câmara de Praia Grande aprova proibição do uso de cerol em linhas de pipa

Publicado em

Projeto de lei completar veta a comercialização, uso, porte e posse de cerol e também da linha chilena, entre outras substâncias


A Câmara de Praia Grande aprovou em primeira discussão, nesta terça-feira (3), o Projeto de Lei Complementar 33/2019, que amplia a proibição ao uso de elementos cortantes, como o cerol e a linha chilena, na prática de soltar pipas.

A propositura é de autoria da vereadora Tati Toschi (MDB) e altera artigos da Lei Complementar 188/1998. O texto anterior tratava apenas sobre o veto à comercialização e ao uso de cerol em linha de sustentação de pipa ou papagaio.

A alteração feita pela parlamentar expande a abrangência da lei. O projeto proíbe "a comercialização, o uso, o porte e a posse da substância constituída de vidro ou ferro moído e cola [cerol], além da linha encerada com quartzo moído, algodão e óxido de alumínio [linha chilena], e de qualquer produto utilizado na prática de soltar pipas que possuem elementos cortantes".

Tati Toschi reforçou a importância do projeto de lei complementar e fez um apelo ao prefeito Alberto Mourão (PSDB).

"As pessoas precisam entender o que essa linha faz. Ela mata. Assim que o prefeito sancionar, peço que ele faça com que tenha um decreto, para que tenha fiscalização e multa onde tiver comercialização. E maior fiscalização nas praias. Já registramos diversos casos de morte de motociclistas por causa dessa linha", disse a vereadora.

O texto ainda precisa ser aprovado em segunda discussão, antes de seguir para sanção do Executivo municipal.

 

FONTE: A Tribuna

Praia Grande Cidade 26/06/2022 às 06h13 Cidade

Veja Também

Comentários

Adicionar Comentário
sentiment_dissatisfied

Opsss... Ainda Não Temos Comentários Para Exibir!

Deixe Seu Comentário

Faça Sua Avaliação!